PicPay lança Clube de Empréstimo e amplia opções de crédito e investimentos disponíveis no aplicativo

Nova forma de pedir dinheiro emprestado tem taxas a partir de 2,09% a.m. e investimentos com retornos a partir de 25% ao ano

São Paulo, 15 de março de 2022 - O PicPay acaba de lançar o Clube de Empréstimos para conectar pessoas que precisam de dinheiro com investidores. Nessa modalidade de peer-to-peer lending, o usuário interessado no financiamento inclui o valor desejado na plataforma e escolhe em quantas parcelas pode pagar. O montante, após aprovação de crédito feita pelo PicPay, é distribuído em cotas para serem adquiridas por pessoas físicas dispostas a investir nesses empréstimos e ter um retorno com a operação. 

A modalidade P2P Lending foi aprovada em  2018 pelo Banco Central, com a criação da Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP), e pode ser entendida como um investimento em crédito concedido e uma grande alavanca para facilitar o acesso de pessoas, principalmente para quem não tem conta em banco, a empréstimos mais baratos. 

Para o tomador, a grande vantagem é que os juros e condições, como prazo e valores, podem ser melhores e mais simples de contratar do que em outras opções. Na outra ponta da negociação, o investidor tem o benefício de ter um rendimento mensal sem taxas de administração ou corretagem.

“O Clube de Empréstimos do PicPay contribui para a democratização do acesso ao crédito enquanto oferece uma opção de investimento atrativa para os usuários”, resume Frederico Trevisan, executivo responsável pelo Marketplace Financeiro do PicPay. 

Com investimentos a partir de R$ 50, é possível ter retornos a partir de 25% ao ano. O rendimento é mensal, com o pagamento de cada parcela do empréstimo, acrescidos de juros, e variam conforme o risco da operação, que é assumido pelo investidor. Já o tomador tem a facilidade de solicitar valores entre R$ 100 e até R$ 15 mil, com taxa a partir de 2,09% ao mês. Os prazos variam de acordo com o contrato.

Ficam a cargo do PicPay a cobrança do montante emprestado, avaliação do risco de cada pedido e intermediação da negociação. Todo o processo ocorre dentro da plataforma, que recebe a solicitação de empréstimo, envia avisos de vencimento e cobrança, e repassa os pagamentos. 



 

Nessa modalidade, o risco de crédito é do investidor, mas para trazer mais segurança, as contas do PicPay têm controle antifraude e todos os pedidos passam por uma análise de crédito completa e minuciosa. Tanto a aplicação quanto o empréstimo só começam a valer após todas as cotas serem adquiridas por investidores. 

Mais uma opção de investimento

O Clube de Empréstimo é o segundo produto de investimento disponível para os usuários e se soma ao portfólio de serviços financeiros oferecidos no app. Atualmente, os usuários também têm como opção o rendimento do saldo em conta, que tem retornos acima da poupança. 

Com a capacidade de conectar tomadores e investidores entre os seus 60 milhões de clientes e gerar um efeito de rede, o PicPay, maior app de pagamentos do país, também é a maior plataforma a oferecer a modalidade P2P Lending. 

“O Clube de Empréstimo reforça o compromisso do PicPay de ser um ecossistema completo , que simplifica como as pessoas lidam com sua vida financeira e conecta quem precisa de empréstimo com quem busca mais rentabilidade nos seus investimentos”, resume Trevisan.